RSS

Boas Férias

Agora é contagem regressiva...

Desejo à todos os colegas, em especial as professoras do AEE de Joinville, um final de ano maravilhoso, com toda a família reunida, curtindo as férias.

Bom descanso e até ano que vem!

Abraços,

Geisa.


Encerramento do ano letivo de 2013

Hoje, Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, os professores de Educação Física de nossa escola em parceria com o AEE promoveram uma tarde divertida com jogo de Voleibol Inclusivo e em seguida um delicioso lanche de confraternização.

A iniciativa dos professores foi muito valiosa, pois essas são ações concretas que fazem com que uma escola caminhe rumo a Educação Inclusiva.












Como funciona o cérebro de um autista


Atendimento

 Atendimento Educacional Especializado realizado na Sala de Recursos Valentim:

Profissional da Equipe Interdisciplinar orientando professora de AEE durante atendimento do aluno na Sala de Recursos Multifuncionais.


Neste atendimento trabalhamos com parlendas que o aluno registrou 
através de ilustrações. Em seguida gravamos sua leitura para que 
ele pudesse ouvir sua fala. (...)




Alvo certo

Este material fiz a partir de um boneco tipo João Bobo que vi em uma loja que vende materiais adaptados aqui em Joinville.
Resolvi então confeccionar em forma de painel com um alvo.

Materiais necessários:

Folhas de EVA de sua cor preferida
Fio de lã
Bolinhas de isopor 0,25mm
Cola quente
Folha de papelão
Folha de papel imantado (é dispensável)
Números imantados (poderá ser substituído)

Como o material é utilizado:

Mais uma vez entra a questão dos objetivos específicos para cada criança. Com este material poderemos explorar a coordenação motora, reconhecimento de números, cálculos, combinados de grupo e tantos outros que  forem necessários.






Adaptação de Avaliação

O post de hoje traz um exemplo na prática do que já falei em posts anteriores no que se refere a adaptação de atividades.
Esta é uma avaliação de História para dois alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. Ambos têm deficiência intelectual. Um deles decodifica o texto, porém tem dificuldade para compreender o que é solicitado.
Como eu já comentei anteriormente, o uso de imagens é muito importante para que os alunos possam fazer uma ligação com o que foi explicado em sala de aula. Através das imagens eles terão mais facilidade para responder as questões.

Prova original cedida pela professora:

  • Sempre solicito que os professores me entreguem as avaliações e atividades com as respostas para que eu possa adaptar;
  • A questão nº 1 foi adaptada integralmente;
  • A questão nº 2 tem várias opções, foi diminuído o número em 5,
  • A questão nº 3 a professora julgou não ser relevante neste momento.


Atividade adaptada:




Parceria com a NSO Borrachas


A tarde do dia 26 de junho de 2013 ficou marcada pela grande parceria que concretizamos com a Empresa NSO Borrachas que fica localizada no mesmo bairro de nossa escola.
Tivemos a honra de receber dona Sarah que veio conhecer o trabalho que é desenvolvido pela nossa escola e em especial o projeto de musicalização desenvolvido na SRM Valentim com os alunos do AEE e o 1º ano C (turma regular).

Para agradecer esta parceria tão valiosa os alunos receberam dona Sarah cantando a história do Macaquinho (Bia Bedran).




A partir de agora nosso Projeto de Musicalização " Socialização e Desenvolvimento de Habilidades Através da Musicalização" conta com o "Incentivo a Música nas Escolas" através da NSO Borrachas!



     Qual a importância de trabalhar com musicalização?

     Musicalizar é tornar a pessoa receptiva e sensível à música. As aulas de musicalização têm um formato e objetivos bem diferentes das aulas de música que visam à formação de músicos. Através da musicalização podemos:


  •       Desenvolver a criatividade, a autoestima e a capacidade de expressão por meio da    linguagem musical;
  •       Promover o contato com o mundo sonoro e a percepção rítmica por meio da linguagem musical;
  •       Promover a participação dos alunos como ouvintes e intérpretes;
  •       Favorecer a integração social, despertar e desenvolver o trabalho em equipe, o desembaraço e a autoconfiança;
  •       Trabalhar a concentração, memorização, consciência corporal e coordenação motora;
  •       Estimular o desenvolvimento intelectual, auditivo e sensorial.


  

Organização do Horário Semanal

Novas salas iniciaram em 2013 na Rede Municipal de Ensino de Joinville e na região onde atuo quatro professoras estão iniciando seu trabalho em uma SRM. Após algumas conversas decidimos montar um  grupo de estudos  onde trocamos experiências e tiramos dúvidas. Resolvi tomar esta iniciativa por estar há algum tempo atuando como professora de AEE e conhecer bem as dificuldades que enfrentamos no início desta caminhada. Nestes encontros que ocorrem mensalmente, durante meio período, discutimos como iniciar na escola, fazer observações de alunos, organizar documentações, elaborar um Estudo de Caso e Planos de AEE e até mesmo dicas de projetos e atividades que podem ser desenvolvidas com os alunos do AEE. 
As novas professoras estão recebendo formação, assim como eu recebi, mas sei o quanto a troca com outros colegas é importante.


Hoje irei novamente compartilhar algo simples, mas que gera muitas dúvidas para quem está iniciando, a organização do horário de atendimento dos alunos!

Cada um se organiza de acordo com a sua realidade, mas fica aqui a dica:


  • Visualizar a planilha de horários ajuda no momento de organização;
  • Fique atento se os alunos já fazem algum atendimento no contra turno para não "bater" os horários;
  • Sempre que possível converse com a família quanto ao horário (alguns alunos têm dificuldade para acordar cedo devido as medicações ou a família tem dificuldade para trazer o aluno em determinados dias ou horários);
  • Organize os atendimentos individuais ou em grupo;
  • Observe e veja que um dos horários tem 45 minutos. Use este horário para iniciar com os alunos que tem pouca concentração;
  • Preserve seu horário de café (aqui temos 15 minutos de intervalo);
  • Escolha um dia da semana em que não haverá atendimentos. Este é o dia em que usamos para formação continuada, grupos de estudos, pesquisas, confecção de materiais e adaptação de recursos;
  • Não se apavore , sei que um dia é pouco para todas as nossas atribuições, mas haverá sempre uma janela em nosso horário de atendimentos e sabemos que as faltas dos alunos nos atendimentos também ocorrem por vários motivos;
  • Aproveite as janelas para fazer monitoramento em sala de aula e avaliação de novos alunos.


Espero que estas dicas ajudem!

*** O horário para o turno vespertino segue no mesmo modelo.***



Jogo do Pula Sapo

Este jogo vi há muito tempo em uma feira na Univille e depois na internet para jogar online.

Resolvi criar este vídeo para explicar como se joga e quais materiais utilizar para construí-lo.

Agora é só assistir e botar a mão na massa!

Abraços.

video

Audiolivro na Biblioteca Escolar

Olá Pessoal!

Se você acompanha o blog ou já navegou nos arquivos percebeu que há alguns posts sobre audiolivro. Já publiquei sua importância, onde encontrar efeitos sonoros e o link para baixar o editor de som.

Neste post trago pra vocês a maneira que o audiolivro é utilizado em nossa escola:

Após gravados os livros vão para a biblioteca (o cd fica com a bibliotecária)

Os livros, organizados em uma das estantes, recebem um "selinho identificador" (imagem de uma menina com fone de ouvido). Na parede há informações em Língua Portuguesa e com símbolos da comunicação alternativa.



Durante a aula de leitura na biblioteca o aluno escolhe seu livro e leva até a bibliotecária para registrar (como os demais alunos. A diferença é que ao registrar seu livro o aluno recebe o cd com a história em áudio.

A professora interage com todos os alunos normalmente, o aluno que utiliza este recurso pode acompanhar a história no livro.

Para quem já leu o livro "O Leitor" ou mesmo assistiu o filme, entende a importância do aluno estar com o livro enquanto ouve a história.

Vamos lá pessoal, enriqueçam suas bibliotecas, se surgirem dúvidas me escrevam!


Memória Sonora

Neste atendimento os alunos precisavam mostrar que têm ouvidos afiados!

Usando o jogo "Memória Sonora" os alunos deveriam identificar os pares de sons, sendo que haviam alguns bem semelhantes e que realmente confundiam.

As crianças adoraram esta atividade que foi repetida várias vezes, pois eles não se cansavam de jogar.

Dica: Este jogo está na bolsa 2 do kit de musicalização que recebemos da Secretaria de Educação aqui de Joinville.



Atenção, concentração e ... memória!

Esta atividade eu trouxe do site da colega Joelma Costa que também trabalha com AEE aqui em Joinville.
Achei bem interessante e resolvi adaptar para a realidade dos meus alunos.

1. Ouvimos a música e assistimos o vídeo;
2. Na segunda parte da música os alunos respondiam o nome dos animais;
3. Cada um construiu as suas casinhas e recortou os animais;
4. Cada um colou seus animais nas respectivas casinhas, de acordo com a música;
5. Como este grupo já está em processo de alfabetização eles escreveram os nomes dos animais em cada uma das casas.

Observações:

* Os alunos receberam uma folha impressa com os animais que fazem parte da música e outros que não fazem parte para selecionar.
* Havia várias cores de retângulos para fazer as casinhas e os alunos deveriam recordar apenas as cores que fazem parte da música.
* Cada aluno realizou a atividade no seu tempo, uns preferiram ficar na mesa e outros ficaram mais livres no chão.


Comitê Paralímpico

Nesta sexta-feira, dia 17 de maio, recebemos a visita do Comitê Paralímpico. A equipe veio do Rio de Janeiro para acompanhar o excelente trabalho que é desenvolvido pelo Cepinho em nossa escola. Quem quiser saber mais sobre o projeto acesse o link: http://www.cepe.esp.br/index.php?pg=paginas&id=9


Formação para novas professoras de AEE



No dia 02 de maio fui a responsável pela formação das professoras que atuam no AEE desde 2012. Além das professoras de Joinville havia também a presença de professoras de cidades abrangentes.
Neste encontro as professoras aprenderam a construir audiolivros e a elaborar atividades em áudio que irão favorecer os alunos que são atendidos nas Salas de Recursos Multifuncionais.

Para quem tiver interesse em preparar este material deixo os links para baixar os programas e o endereço do meu Disco Virtual, onde há arquivos de efeitos sonoros e histórias gravadas.


Programa Audacity – Editar sons

Programa para converter arquivos para MP3  - Free WMA to MP3 Changer  1.5.1 -

EFEITOS SONOROS:

DISCO VIRTUAL:
http://www.4shared.com/music/kUGnQ5FL/37_Vamos_Passear_na_Floresta.html
http://www.4shared.com/file/nvhC1KIy/CAMPANHA_DA_VOZ.html
http://www.4shared.com/folder/5FK6YIyH/AMBIENTES.html
http://www.4shared.com/folder/sIkPyg0A/HISTRIAS.html


JOGOS PARADESPORTIVOS


Classificação dos nossos Atletas:


Prova de 50m Categoria A Masculino:
Gabriel Pereira - 2º Lugar


 Prova de 50m Categoria A Feminino:
Giovanna Camila Liberato
1º Lugar

Prova de 50m Categoria A Feminino:
Ana Cristina Machado
3º Lugar

Prova de 50m Categoria A Feminino Cadeirante:
Ana Caroline de Jesus
1º Lugar

Prova de 100m Categoria B Masculino:
Rodrigo Martins
3º Lugar



Nossos alunos ainda participaram das provas de 
Salto em Distância e Pelota

 

 

 




Provas e interação em Joinville

Trezentos e doze estudantes, com idades entre seis e 18 anos, participaram dos Jogos Escolares Municipais Paradesportivos de Joinville (Jemps), ontem, na pista de atletismo da Univille. Esta foi a 5ª edição do evento e atingiu número recorde de inscritos: 38 escolas e duas instituições. “Os Jogos promovem o desenvolvimento de crianças que muitas vezes não conheciam a vida fora de casa e da escola”, explicou a professora Rosicler Ravache, da Fundação de Esporte e Lazer de Joinville.

A participação intensa dos estudantes trouxe torcida de casa. Como Sabrina Leuni Gabriel, mãe de Igor, sete anos, e Leonardo, nove, que participaram das disputas. Michele Aparecida Oliveira Rodrigues também não perdeu um lance da filha Marya Fernanda, que ficou em 4º lugar nos 50 metros e também disputou o lançamento de pelota. “Este foi o primeiro ano dela e eu vou incentivá-la sempre”, disse a mãe.

A professora Joelma Silvana também acompanhou cada um dos 15 alunos da Escola Municipal Governador Heriberto Hülse. Além de registrar todos os momentos com câmera fotográfica, ela apressava o passo para receber os atletas no fim das provas.

A Heriberto Hülse foi a primeira a se inscrever nos jogos neste ano. “A interação das crianças nestes eventos é fundamental para que elas possam conhecer novas habilidades que, muitas vezes, não são percebidas dentro da sala de aula”, destacou a professora Joelma.


Tecnologia do Blogger.